Santana de Parnaíba possui a maior reserva biológica em perímetro urbano do Estado de São Paulo e tem diversos exemplos de proteção ao meio ambiente

 


Santana de Parnaiba, 07 de junho de 2021

A Reserva Biológica Tamboré é a maior em perímetro urbano do Estado

Santana de Parnaíba possui mais de 8,3 mil hectares de mata nativa preservada, o que equivale a cerca de 50% do seu território, dos quais pode-se destacar as unidades de conservação do Voturussu, Voturuna II e V, a APA da Várzea do Rio Tietê e a Reserva Biológica Tamboré, que é a maior em perímetro urbano do Estado de São Paulo”. A cidade que foi a primeira do Brasil e a quinta no mundo a entregar o relatório voluntário para a ONU se comprometendo com os objetivos da Agenda 2030, realizou, só nos últimos 8 anos, o plantio de mais de 60 mil mudas com o Projeto Arborizar, que realiza as ações de acordo com as necessidades apontadas pelo Secretaria de Meio Ambiente e Planejamento, com a educação ambiental ou por meio de solicitação dos munícipes, que podem fazer o pedido pelo Disk Árvore do App e-Parnaíba ou retirar o seu exemplar no Viveiro Municipal e, recentemente, a secretaria inovou com o lançamento o programa “Nasce um bebê, nasce uma árvore”, que já entregou mais de 800 plantas nativas para as famílias de bebês nascidos na maternidade municipal. ólidos, a cidade realiza mensalmente, com o apoio da cooperativa Avemare (que há pouco tempo ganhou da prefeitura uma nova sede mais ampla e apropriada às suas atividades), a coleta porta a porta de 440 toneladas de materiais recicláveis em 60% do município, que nos próximos quatro anos deve passar a contar com o serviço em todo o seu território de acordo com o termo de colaboração firmado. No entanto, a cidade pode se vangloriar de ter a separação de 100% do seu lixo, já que a empresa que presta serviço de coleta de lixo para o município dispõe de tecnologia que faz triagem e separação dos resíduos, aterrando somente os orgânicos. O aterro sanitário, que fica localizado no município, é um dos poucos do Brasil que conta com a tecnologia e consegue aplicá- -la, além de ser o único do Estado a atender todas as exigências da Enel para a comercialização da energia gerada pelo biogás. Outra prioridade do município é a questão do saneamento básico que nos últimos anos teve um aumento exponencial, saltando de 9 mil ligações para cerca de 27 mil, um aumento de mais de 200% na coleta do esgoto. Os números ainda são mais expressivos quando se avalia o tratamento de todos os rejeitos coletados que saltaram de 4,5% para 50% nos últimos 8 anos e os acordos com a concessionária que presta o serviço no município dão conta que já nos próximos anos a cidade contará com 100% de seu esgoto tratado e coletado. Ainda sobre o tema, cabe destacar o abastecimento de água que atende 99% da demanda e, em breve, contará com duas importantes novidades: a construção do reservatório do Gênesis, que atuará para garantir o fornecimento de água em eventuais crises hídricas, já que a cidade é uma das últimas do Sistema São Lourenço e ligação de água no bairro Chácara das Garças que terá as obras iniciadas até o final deste ano e o próximo bairro a ser contemplado é o Cururuquara. A cidade, que possui o maior programa de parques públicos de todo o Estado, com três em fase final de construção e seis entregues, dos quais destaca-se o parque Tibiriçá no bairro Cento e Vinte/Fazendinha, que foi entregue na primeira etapa e contará 240 mil m² dos quais 70 mil m² serão de área preservada, em breve contará com mais uma unidade voltada à preservação e educação ambiental, o Parque Ecológico do Bacuri, em Alphaville. Para incentivar as pessoas e empresas a adotarem atividades conscientes e medidas para a preservação do meio ambiente, a partir deste ano, com a sanção da lei 3950/21, será implementado o Selo de Desenvolvimento Sustentável, que certificará boas práticas voltadas à conscientização, incentivo e manutenção do meio ambiente bem como a responsabilidade coletiva, econômica e social sustentável na cidade. Santana de Parnaíba é a primeira cidade do Brasil a contar com 100% de iluminação pública de LED, gerando economicidade no consumo de energia e menor impacto ambiental. Por conta de tudo isso, Santana de Parnaíba foi destaque ocupando a 2ª colocação entre as cidades com até 150 mil habitantes no Programa Município Verde e Azul do Estado de São Paulo, que qualifica as ações de preservação e tem o propósito de medir a eficiência da gestão ambiental das cidades e tem se tornado referência em sustentabilidade.

 

 

Créditos
Foto: Arquivo Secom
Texto: Willian Rafael

           
Notícias